Anúncios

Quem poupa mais dinheiro: homens ou mulheres? A questão de quem poupa mais dinheiro entre homens e mulheres é um tema que gera muita curiosidade e debate.

Anúncios

Afinal, existem diferenças de comportamento, hábitos e preferências que podem influenciar na forma como cada gênero lida com o dinheiro. Mas será que essas diferenças se refletem na capacidade de poupar e investir?

Para tentar responder a essa pergunta, vamos analisar alguns dados e estudos sobre o assunto, considerando os aspectos econômicos, sociais e psicológicos que envolvem a relação de homens e mulheres com o dinheiro.

Além disso, vamos também dar algumas dicas de como melhorar a sua educação financeira e aumentar as suas chances de alcançar seus objetivos financeiros.

Anúncios

Dados sobre a poupança de homens e mulheres: quem poupa mais dinheiro?

Um dos principais indicadores que podemos usar para comparar a poupança de homens e mulheres é a taxa de poupança, que mede a proporção da renda que é guardada para o futuro.

Segundo dados do Banco Mundial, a taxa de poupança média mundial em 2020 foi de 25,4%, sendo que a dos homens foi de 26,1% e a das mulheres foi de 24,7%. Ou seja, os homens pouparam, em média, 1,4 ponto percentual a mais do que as mulheres.

No entanto, essa diferença não é uniforme entre os países. Em alguns lugares, as mulheres poupam mais do que os homens, e em outros, o contrário ocorre. Por exemplo, na China, a taxa de poupança das mulheres foi de 37,8%, enquanto a dos homens foi de 35,6%.

Anúncios

Já na Índia, a taxa de poupança das mulheres foi de 18,2%, enquanto a dos homens foi de 22,4%. No Brasil, a taxa de poupança das mulheres foi de 15,3%, enquanto a dos homens foi de 16,1%.

Essas variações podem ser explicadas por diversos fatores, como o nível de renda, o grau de desenvolvimento, a cultura, a legislação, a participação no mercado de trabalho, o acesso a serviços financeiros, entre outros. Vamos ver alguns desses fatores com mais detalhes a seguir.

Fatores que influenciam a poupança de homens e mulheres

Renda

Um dos fatores que mais influencia a capacidade de poupar é a renda. Quanto maior a renda, maior a possibilidade de guardar uma parte dela para o futuro.

No entanto, sabemos que existe uma desigualdade de gênero na distribuição da renda, ou seja, as mulheres ganham menos do que os homens pelo mesmo trabalho.

Anúncios

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), as mulheres recebem, em média, 20% menos do que os homens no mundo. No Brasil, essa diferença é de 28,7%.

Essa desigualdade de renda reduz o poder de compra e de poupança das mulheres, que precisam gastar uma parcela maior da sua renda com as despesas básicas, como alimentação, moradia, saúde, educação, etc.

Além disso, as mulheres também tendem a ter mais responsabilidades domésticas e familiares do que os homens, o que pode limitar o seu tempo e a sua disposição para buscar oportunidades de trabalho e renda.

Desenvolvimento

Outro fator que influencia a poupança de homens e mulheres é o grau de desenvolvimento do país onde vivem. Em geral, quanto mais desenvolvido o país, maior é a taxa de poupança, pois há mais estabilidade econômica, social e política, mais infraestrutura, mais educação, mais saúde, mais segurança, etc.

Anúncios

Esses fatores aumentam a confiança e a expectativa de vida das pessoas, que se sentem mais motivadas e preparadas para poupar e investir.

No entanto, o desenvolvimento também pode ter efeitos diferentes sobre a poupança de homens e mulheres. Em países mais desenvolvidos, as mulheres tendem a ter mais acesso à educação, ao mercado de trabalho, aos serviços financeiros, aos direitos civis, etc., o que aumenta a sua autonomia, a sua renda e a sua capacidade de poupar.

Porém, em países menos desenvolvidos, as mulheres tendem a enfrentar mais barreiras e discriminações, o que reduz as suas oportunidades, a sua renda e a sua capacidade de poupar.

Cultura

Um terceiro fator que influencia a poupança de homens e mulheres é a cultura do país ou da região onde vivem. A cultura é o conjunto de valores, crenças, costumes, hábitos, tradições, etc., que moldam o comportamento e a mentalidade das pessoas.

A cultura pode afetar a forma como as pessoas se relacionam com o dinheiro, com o consumo, com a poupança, com o investimento, etc.

Por exemplo, em algumas culturas, as mulheres são vistas como responsáveis pelo cuidado da casa e da família, enquanto os homens são vistos como responsáveis pelo sustento e pela proteção. Nesse caso, as mulheres podem ter menos controle sobre o orçamento familiar e menos incentivo para poupar e investir.

Já em outras culturas, as mulheres são vistas como parceiras dos homens, com direitos e deveres iguais. Nesse caso, as mulheres podem ter mais participação nas decisões financeiras e mais motivação para poupar e investir.

Psicologia

Um quarto fator que influencia a poupança de homens e mulheres é a psicologia, ou seja, a forma como cada gênero pensa, sente e age em relação ao dinheiro.

Portanto, a psicologia pode afetar o nível de confiança, de risco, de satisfação, de ansiedade, de impulsividade, de planejamento, de disciplina, etc., que cada gênero demonstra ao lidar com o dinheiro.

Segundo alguns estudos, as mulheres tendem a ser mais cautelosas, conservadoras, prudentes, realistas, pacientes, organizadas e conscientes do que os homens ao lidar com o dinheiro.

Já os homens tendem a ser mais confiantes, agressivos, otimistas, impacientes, desorganizados e inconsequentes do que as mulheres ao lidar com o dinheiro.

Essas diferenças psicológicas podem ter vantagens e desvantagens para a poupança de homens e mulheres. Por um lado, as mulheres podem ter mais facilidade para controlar os gastos, evitar dívidas, fazer orçamentos, definir metas, escolher investimentos seguros, etc.

Por outro lado, os homens podem ter mais facilidade para aumentar os ganhos, aproveitar oportunidades, assumir riscos, diversificar investimentos, etc.

Quem Poupa mais Dinheiro: Homens ou Mulheres?
Imagem: Stockking/Freepik

Dicas para homens e mulheres pouparem mais dinheiro

Enfim, não há uma resposta única para quem poupa mais dinheiro entre homens e mulheres. Cada gênero tem seus pontos fortes e fracos, que dependem de vários fatores. O importante é que cada pessoa melhore a sua relação com o dinheiro, seja homem ou mulher, e siga algumas dicas, como:

  • Aumente a sua renda e reduza os seus gastos.
  • Guarde uma parte da sua renda todo mês e tenha uma reserva para emergências.
  • Invista o seu dinheiro de forma inteligente, diversificada e rentável.
  • Eduque-se financeiramente e busque informações e orientações.
  • Dialogue com as pessoas que você confia sobre o seu dinheiro e compartilhe experiências.
  • Cuide da sua saúde física, mental e emocional e evite que o estresse afete o seu dinheiro.
  • Celebre as suas conquistas financeiras e reconheça o seu esforço e sucesso.
  • Revise periodicamente o seu planejamento financeiro e faça os ajustes necessários.

Conclusão: Quem poupa mais dinheiro: homens ou mulheres?

Por fim, seguindo essas dicas, você pode melhorar a sua poupança e o seu investimento, e alcançar a sua independência financeira, seja homem ou mulher. Mas, lembre-se que o dinheiro é um meio, e não um fim, e que o seu objetivo é usar o dinheiro para realizar os seus sonhos e viver bem.

Share.

Aqui é a Aline C. Santos, e estou muito animada em compartilhar com vocês meu conhecimento e experiência no mundo das finanças. Acredito que todos nós podemos ter uma vida financeira saudável e próspera, e é por isso que estou aqui para ajudar vocês nessa jornada. E-mail: [email protected]

Anúncios
Leave A Reply

Anúncios
Anúncios
Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies.   
Privacidad